Diretoria do Serv Saúde se reúne com prefeito, após participar da Ordem do Dia na Câmara de Vereadores.

A diretoria do Serv Saúde participou na manhã de ontem (18), de mais uma reunião com o prefeito José Carlos do Pátio.
Na terça (16) tinha participado também da Ordem do Dia da Câmara de Vereadores, onde demonstrou a situação financeira do instituto.

Para a diretora executiva Rozalina Ruiz as reuniões tiveram papel fundamental para que o tanto o prefeito como os vereadores tivessem ciência da atual situação do instituto e pudessem juntos encontrar uma solução para as finanças do Serv Saúde.

Durante a Ordem do dia foram expostos de forma detalhada o número de servidores assistidos pelo instituto e de dependentes, faixa salarial, contribuição mensal e as dívidas dos mesmos, além de um panorama das receitas e despesas do Serv Saúde. “Trouxemos hoje aos vereadores um panorama desde 2016, quando tomou posse o atual prefeito, das receitas e despesas do nosso instituto e como podemos conferir a situação deficitária não é de hoje e tende a se agravar cada vez mais. Tivemos um déficit de 2021 pra cá que nos preocupa muito.
Hoje atendemos a mais de 9 mil vidas que contam com assistência de saúde de qualidade”, enfatizou a diretora executiva.

Rozalina apresentou também ao Prefeito esses dados em 29/07, logo após a assembleia com os servidores assistidos pelo instituto (28/07) momento em que foi deliberado o aumento do percentual pago pelos segurados que passou de 3 para 4%.

Também foi acatado pelo Gestor Municipal a alteração do percentual repassado pelo patronal de 3% para 4%. “Estivemos com o prefeito José Carlos do Pátio mostrando nossa situação e apresentamos uma proposta que ao nosso ver daria o fôlego que precisamos para continuar atendendo com a mesma qualidade nossos segurados, nessa quarta (18), o prefeito nos chamou para uma reunião onde acata o aumento do patronal e se comprometeu a já encaminhar o projeto para a Câmara na próxima quarta-feira (24),” Conclui.

Para a diretoria do Instituto mais um passo foi dado, mas ainda não é o suficiente para resolver de forma definitiva a situação do Serv Saúde. “Avançamos nas negociações e levamos ao conhecimento público a nossa situação e a publicação da portaria Nº 664 de 01 de Agosto de 2022 que trata da contenção de gastos permanece e as discussões também. Temos ainda estudado nossa lei todas as quartas-feiras com toda a equipe do instituto, momentos que tem sido fundamentais para darmos direcionamentos aos próximos passos do futuro do instituto, sabemos que mudanças precisam ser feitas com urgências e vamos fazer isso da forma mais coerente possível e dentro da lei”, finaliza.

 

 

Deixe um comentário

*

2 × 2 =